Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

A chegar o fim.

20171123_145136.jpg

 Tu tens um medo

Acabar.

Não vês que acabas todo o dia.

Que morres no amor.

Na tristeza.

Na dúvida.

No desejo.

Que te renovas todo o dia.

No amor.

Na tristeza.

Na dúvida.

No desejo.

Que és sempre outro.

Que és sempre o mesmo.

Que morrerás por idades imensas.

Até não teres medo de morrer.

E então serás eterno.

- Cecília Meireles -

 

publicado às 00:02

A fuga...

a fuga.jpg

Hoje, por cá, ventou. Não foi um sopro qualquer. Foi daqueles que provoca um bailado de folhas e o dançarino está cheio de vigor. Empurrou-as em rodopio e elas gravitaram atordoadas sem conseguir assentar.aprisionadas.jpg

Assombrada, acreditei que lhe fugiam.

20171122_151252 (2).jpg

Sem mesmo escolher o lugar.

Pensei: até se podiam magoar.

deitadas no tapete.jpg

 Muitas, as mais velhas e já cansadas, desistiram de esvoaçar e deixaram-se por aqui ficar. 

publicado às 00:01

O Miradouro do alto do castelo

20171103_155127.jpg

O Castelo de Burgos, fica num parque com uma bela vista sobre a cidade.

20171103_155823.jpg

Sinais de fumo à chegada

20171103_155621.jpg

As vistas? Foram pelas frestas da porta.

20171103_160341.jpg

Muralhas do castelo  ... 

20171103_155423.jpg

Portas de acesso ao castelo  Encerradas.

Pudemos visitar o exterior e o parque. Agradável e bem cuidado. 

20171103_161213.jpg

No parapeito do miradouro, existe um mapa em bonze,

proporcionando a possibilidade e ir descobrindo

e localizando todos os prédios históricos que a vista alcança. 

20171103_162500.jpg

Regresso à cidade. Como se costuma dizer: O que sobe, desce!

Já quem desce: Nem sempre volta a subir!

publicado às 23:24

Era uma vez...um sonho realizado.

 

IMG_3098.JPG

20171104_174402.jpg

20171104_174900.jpg

 Que importa a chuva. Os raios. Ou mesmo a trovoada. Daqui via bonito. Daqui via muito, e via bem.

"O Hotel Mercure Monte Igueldo apresenta uma atractiva decoração clássica e os seus espaçosos quartos proporcionam vistas da Baía de Biscaia ou da cidade de San Sebastian."

Confirmo. O Igueldo está localizado junto ao antigo farol de San Sebastian. Tem vista privilegiada sobre a baía. Lindo.

Que pena a noite a ter corrido connosco. Estava-se tão bem!

20171105_102417.jpg20171105_122501.jpg

20171105_113225.jpg20171105_124625.jpg

Há muito que San Sebastián fazia parte da nossa lista de cidades a visitar. A distância, rodoviária pelo menos, fê-la ser constantemente adiada e deixada para trás, à espera de uma ocasião oportuna.

Por absoluto acaso, em conversa com um casal de amigos, ficamos a saber que estava agendada, para breve, uma ida a Biarritz.

Curiosamente, tinham este interesse comum: conhecer Donostia. Como tal, convidaram-nos para que nos juntássemos à viagem, com o objetivo de passar pela cidade.

Primeiro foi a negação: Impensável!

Depois, ficou a tentação. E de seguida aquele sentimento de “estamos loucos”.

Mas quase sem tempo para muito pensar, medir distâncias ou consequências… aceitamos!

A partida seria a uma sexta-feira e o regresso no domingo. E desta forma, com uma forte dose de improviso e imponderação, que nos aventurámos numa viagem a quatro, sobre quatro rodas:

  1. Burgos
  2. Biarritz (paragem para dormir)
  3. San Sebastián (paragem para “re-dormir”)
  4. Bilbau

A viagem foi longa e o tempo controlado ao cronómetro. A distância incutia serenidade na condução, mas sempre cientes da necessidade de cumprimento do horário do trabalho agendado em Biarritz.

Não temos o hábito de nos enfiar dentro de um carro, horas a fio, a queimar quilómetros. Acreditamos que de avião se vai mais rápido e até mais longe.

Porém, desta vez arriscamos: se os emigrantes o fazem todos os anos, porque não nós desta vez?!

Foi mais fácil do que o previsto. Foi mais agradável do que o imaginado. E ainda, muito mais surpreendente.

Gastamos 3 dias. Dormimos 2 noites. Foi pouco e soube a muito pouco. Mas foi muito bom.

Se me convidassem hoje novamente, amanhã repetia a "brincadeira".

Ir? É o melhor caminho para ver e conhecer.

Regressar é excelente. Até sentirmos de novo que é hora de partir.

Aprendemos vendo. Aprendemos olhando. E descobrimos que somos mais fortes e mais resistentes e que nos superamos a cada nova curva da estrada.

publicado às 18:48

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D