Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

Como voar?...


...se o céu continua em pranto.


Da minha janela, oiço a passarada em algazarra.
"And the songbirds are singing

Like they know the score"


Alimento não lhes falta. A comida do cão vai desaparecendo.


Já dei por mim a pensar:

- Não passarão, os passarinhos - a ladrar?...{#emotions_dlg.blushed}


São tantos, espero que não!{#emotions_dlg.confused}
publicado às 22:33

Explosivo...


Cheira a maresia, 

liberdade que não se deve trancar.

Não há correntes que te aprisionem, mar.

Tua voz furiosa,

há muito deixou de murmurar.

Deixaste os lamentos,

ficaste raivoso, levando o que te pertence

esquecendo de deixar,

o que não é teu e devia ficar.

A ti mar ninguém consegue travar.

Não há lei

Não há ordem

Não há regra

Temos de te respeitar 

Deixando que cresças

Desapareças e regresses

Hoje ou amanhã

Ou quando te apetecer

Simplesmente voltar.

O mundo sempre foi teu

Só a ilusão foi nossa

De um dia te poder controlar. 

publicado às 19:32

Reaqueço-me...

Deixo-vos na linha da frente

Enquanto o sol vos esquenta

 

Não vos cubro a vista

Não vos escondo o mar

 

Basta-me um pouquinho

Do que quero  guardar

 

Pego, tomo

e em casa reaqueço

 

Entre quatro paredes

Deixo-o brilhar

 

Porque lá fora

Já as nuvens negras

 

Teimam em regressar

Ficando…por ficar.

 

E eu?

 

Reaqueço-me aqui

Em segunda fila

Onde as silhuetas

Não conseguiram cerrar 

{#emotions_dlg.blueflower}

 

 

 

publicado às 00:25

Dança do vento...

Falta-me o perfume

da dança do vento

 em pétalas de amanhecer.

 

Falta-me a cor

que exalta do sol

em vagas que amornam

o meu entardecer,

 

Sacode-me o frio,

num forte arrepio.

Demasiado alongado

de tanto chover

 

Sobra-me o queixume

Falta-me o perfume

dos dias de sol

de céu a brilhar

pássaros a chilrear.

 

{#emotions_dlg.blueflower}

 

 

BOM FIM DE SEMANA

 

 

 

publicado às 00:11

A Lareira fica acesa


Vem, junta-te a mim

A lenha já arde

Estala e crepita


Vem, deixa a quentura

Bater-te no rosto

A lenha já arde

Estala e crepita



Vem, bate a porta ao tempo

Despe o frio entranhado

Sacode o cabelo molhado


Vem, o teu corpo estremece

No fogo que o aquece

Da lenha que já arde

Que estala e crepita


Podem ser labaredas,

Que o desejo despertou

Em mil cores te queimou

Ou mesmo da braseira

Que aqueceu o teu ser


Suspiros...

Suspiros profundos

Suspiros de prazer

Na hora de adormecer

Afirmando que o fogo

Arde mesmo sem se ver

{#emotions_dlg.blueflower}

publicado às 00:43

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D