Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

O que vêem os teus olhos?

 

Os meus recordam um dia de Verão a chegar ao fim registado nesta janela do bar da praia.

 

Confesso que a beleza refletida é superior à que consegui guardar.

- Fica a "intenção".

    

 

"O espaço ao ar livre traz os sons das águas preguiçosas da lagoa, do vento a zunir por entre os pinheiros e do riso das pessoas."


 

E onde o tempo não tem ar apressado. As conversas são amistosas e tranquilas. Acompanhadas por deliciosas sandes, cerveja e simpatia.

 

Por aqui, senti-me solta como as velas enfunadas pelo vento.

 

Clube de Vela do Lagoa - Foz do Arelho

 

 

publicado às 02:55

No silêncio do sem fim?!

Medo,

de que aprenda a gostar

Que seja,

suficiente e vá crescendo

E que,

me recuse a querer de novo escutar

 

Medo,

deste estado de querer estar

Que se instalou

e vai permanecendo

E que,

me recuse a querer de novo quebrar

 

Medo,

deste pensamento agitado

Que se perdeu

una voz muda – a minha

E que,

me recuse a querer de novo partilhar

 

Medo do silêncio:

Porque dele,

apenas recebo

 o eco de um pensamento – O meu

Triste;

Desiludido e;

Cansado

 

ByDidaFlower

publicado às 00:47

Feliz dia para ti

Mais um, apenas, ou já, mais um?!

 

Assim vai a vida.

Ora ligeira...

Ora arrastada...

 

Dias felizes. Dias tristes.

Em todos eles há vida vivida.

 

E porque o tempo não volta - Há que aproveitar o que de melhor cada um deles nos oferece.

 

Para ti AMIGO eu desejo o MELHOR.

Aproveita HOJE e lembra-te dele AMANHÃ.

 

Um beijo com carinho e muita paz.

 

- atravessa a ponte - real ou imaginária - e vive - FELIZ!{#emotions_dlg.sol}

{#emotions_dlg.blueflower}

 

Parabéns

publicado às 02:12

Beleza poética?

 

"A beleza da ânfora de barro pálido é tão evidente, tão certa que não pode ser descrita. Mas eu sei que a palavra

beleza não é nada, sei que a beleza não existe em si mas é apenas o rosto, a forma, o sinal de uma verdade da qual

ela não pode ser separada. Não falo de uma beleza estética mas sim de uma beleza poética.

Olho para a ânfora: quando a encher de água ela me dará de beber. Mas já agora ela me dá de beber. Paz e alegria,

deslumbramento de estar no mundo, religação."

Sophia Melo Breyner Andresen

 

publicado às 00:28

Pág. 1/2

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D