Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

florbytes

Gosto de andar sem pressa, ainda que a impaciência tenha pressa e corra comigo.

As palavras voam

 

Brota esta lágrima e cai.

Vem de mim, mas não é minha.

Percebe-se que caminha,

sem que se saiba aonde vai.
Parece angústia espremida

de meu coração- pelos meus olhos fugida

e quebrada em minha mão.
Mas é rio, mais profundo,

sem nascimento e sem fim,

que, atravessando este mundo,

passou por dentro de mim.


Cecília Meireles
in As palavras Voam

publicado às 01:47

Traz outro amigo...

 


Maior que o pensamento
Por essa estrada amigo vem
Por essa estrada amigo vem

Não percas tempo que o vento

É meu amigo também
Não percas tempo que o vento

É meu amigo tamb
ém

Em terras
Em todas as fronteiras
Seja bem vindo quem vier por bem
Se algu
m houver que não queira
Trá-lo contigo tamb
ém

Aqueles
Aqueles que ficaram
(Em toda a parte todo o mundo tem)
Em sonhos me visitaram
Traz outro amigo tamb
ém

 

letra da música - Zeca Afonso
publicado às 13:51

Às vezes!...

"Às vezes, tenho dias felizes,
Em ideias, nas palavras também,
Que naturalmente me perseguem,
Vidas de diferentes raízes,

 

Alinham-se todas na mente,
Sem uma só razão aparente
E grudam-se ao céu-da-boca,
Como a pastilha elástica,

 

Algumas são inconsistentes
E nem por isso surdos as ouvem
E até entre linhas se dissolvem
E n’outros dias gregos, nem me tentes.

 

Às vezes tenho dias cinzentos,
Saídos dos contos, em remendos
D’era uma vez e, ás duas por três,
Dou de caras com as mesmices

 

Alimentadas de bazófias,
Banhando-se nas pantanas brumas
Dos dias pretos do tanto me faz
Ser refrão d’alcatrão ou alcatraz

 

Às vezes tenho ditos fetiches
E dias rascas de sangue frio,
Outros nem em mim acredites,
Tenho dias que nem em mim confio

 

Tive outrora dias fieis,
Que regressam felizes nos sonhos
Em dias festivos delicados,
Mas dias feios foram mais.

 

Às vezes tenho seis dias felizes
Com os céus sem pontas de ventos,
Outros uivos, matilhas de lobos
Ós montes, irados, sem estrofes."

 

Jorge Santos

 

 

publicado às 12:57

Amigo (s) são doces que não fazem mal

 

Quem tem um amigo, mesmo que um só, não importa onde se encontre, jamais sofrerá de solidão;

poderá morrer de saudades, mas não estará só.

Amir Klink

 

 

A Ti

Meu amigo, meu irmão

Atento, carinhoso e encantador

Mesmo quando a distância

Teima em nos afastar

Habitas sempre em meu coração

 

 

A Vós

Minha ditosa família

Sois o meu porto de abrigo

Meu alimento de esperança

De aconchego e confiança

Abrigam-me em vossos braços

Como seu eu fosse criança

Num abraço especial

 

A todos

Que me empurram

Quando a força me abandona

E me sinto à deriva

 

OBRIGADA

 

publicado às 15:09

Pág. 1/4

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D